Tags

, ,


  • Drama: My Blooming Days / My Blooming Life / The Spring Day of My Life (literal title)
  • Director: Lee Jae-Dong
  • Writer: Park Ji-Sook
  • Network: MBC
  • Episodes: 16
  • Country: South Korea

My Spring Days é um daqueles dramas 8 ou 80. Você vai amá-lo logo nos primeiros episódios ou odiá-lo. Fato. Não há meio termo quando se trata de uma história tocante, apaixonante e fascinante como essa. É algo realmente humano. Real. Doloroso. Apaixonante.

Os escritores coreanos são super criativos, isso ninguém tem como negar, mas eles conseguiram criar uma história que conseguia focar em uma questão “complexa” (a doação de órgãos), a diferença de idade entre os casais e o clichê (os pais coreanos tentando sacrificar os filhos pelo bem financeiro). Antes que eu me prolongue mais…

A história aborda sobre a vida de Bom Yi, uma jovem nutricionista, que possuía uma doença cardiaca, e somente conseguiria sobreviver se fizesse um transplante. Bem.. apos muitas rezas dela, um coração aparece.. E a sua vida começa a seguir da forma que “ela imagina que deveria ser”.

O outro lado da história é sobre um homem carrancudo, amargurado, animado, bom pai e super apaixonante, o lindo Dong Ha.

A história não segue o ritmo da maioria dos dramas românticos, pelo contrário. Tudo se desenrola como se fosse puro..destino. Bom Yi e Dong Ha acabam se encontrando sempre coincidentemente, e isso acaba aproximando eles, ainda mais.

Realmente estou com medo de comentar por ele não ter “muita ação”, ser apenas um drama romantico e ao mesmo tempo dramático. O que me encantou nessa história foi a forma como eles abordaram o tema da memoria celular (uma hipótese de que memórias, emoções, gostos.. poderia ser “transferido” para a pessoa que recebeu algum órgão) mostrando como um sentimento real e ao mesmo tempo fantasioso, devem estar se perguntando o motivo disso.. como não é bem um spoiler, vou contar:

O coração que Bom Yi recebe é da esposa de Dong Ha. E isso acaba gerando uma discussão (ate que rapida no drama) sobre ate onde os sentimentos que Bom Yi sente por Dong Ha e vice-versa, são reais.

O que me encantou foram as cenas entre os principais que foram “bem reais”. Eles possuiam uma boa quimica apesar da diferença de idade (algo que não vejo nada demais, é bom salientar). Eu conseguia sentir o amor deles, a tristeza, a saudade. Eles foram ótimos atores.

Há personagens secundários realmente cativantes.. começando pelas crianças do Dong Ha, ele é pai de duas crianças muito lindas. Os amigos de Bom Yi e Dong Ha são um charme a mais no drama. E para quem pensa que os pais dos personagens iriam perturbar o casal está muito enganado. (eles ate tentam, mas.. pode-se dizer que os personagens principais não são fáceis).

O maior problema de Bom Yi e Dong Ha não são derivados de vilões, algo que não existe nesse drama, mas sim pelos seus próprios medos.

  • Primeiro problema: Eles não sentem nada um pelo outro e vivem brigando quando se vêem, apenas por terem péssimas primeiras impressões.
  • Segundo problema: A questão “familiar”. Já que Bom Yi já estava “Noiva”.
  • Terceiro problema: O coração Transplantado e a possível memoria celular.
  • Quarto problema: O próprio destino.

Personagens

A Bela Stepannete

Bom Yi é a personagem que mais admirei em muito tempo. Ela tinha tudo para ser fraca, medrosa e seguir o que os outros falavam, mas não. Ela conseguia ser destemida, seguia seu coração a todo o momento e não via problemas em falar sobre seus sentimentos. Logo no meio do drama ela deixa claro que sempre viveu pelas outras pessoas:

  1. Quando estava doente vivia pela familia.
  2. Quando recebeu o transplante do coração, vivia da melhor forma para agradecer ao doador..

Mas tudo muda quando ela se vê apaixonada, pois ela deixa todos os seus sentimentos aflorarem.. E ela quer apenas viver pela pessoa que ama.

Sua força de vontade deixa todos comovidos ao vê-la lutar tanto pela sua vida, pela sua familia e pelo seu amor.

Devo dizer que achei Sooyoung perfeita nessa papel. Ela já havia me surpreendido no outro drama, Cyrano, mas nesse ela me conquistou completamente, pois soube expressar todas as emoções da personagem e ainda parecer realmente apaixonada. Do jeito que está indo ela será uma atriz com grandes prêmios pela frente.

O Pastor

Dong Ha foi um tipo de personagem que você sonha em encontrar em sua vida, e sonha ainda em casar com ele.  Por todo o drama ele foi um perfeito cavalheiro que mostrou como amar. Um homem que temia ferir a sua familia, e estava pronto para se sacrificar para que todos fossem felizes. Um homem que como ele mesmo diz, não queria ser ganancioso.

A sua história era linda. Ele descobriu o seu primeiro amor na Ilha Udo, casou-se com ela e quando a perdeu viu seu mundo cair, mesmo tendo dois filhos. 5 anos depois acaba se encontrando com uma garota que é sinônimo de confusão, 18 anos mais nova, mas que respeita todos, incluindo os animais que morrem para alimentar todos. Entretanto, nem tudo seria fácil já que ela estava “Noiva” de seu irmão mais nova, Dong Wook.

Dong Wook

Dong Wook é o irmão mais novo de Dong Ha. Ele sempre é mostrado como um médico competente e homem gentil. Ele poderia ter sido o vilão da trama, mas se contentou em ser o irmão de Dong Ha e amigo de Bom Yi.

Ele sempre foi apaixonado pela sua cunhada, que faleceu. E acaba tendo um relacionamento com Bom Yi, o maior problema é que ficamos nos questionando.. ele a ama ou ama o coração dela? E é em meio a isso que acabamos descobrindo alguns segredos dele e de seu passado. Segredos que acabaram transformando nele no que é hoje. E obviamente nos pegamos torcendo para que ele tenha um final feliz.

As crianças:

Ba-Da e Poo Reum são filhos de Dong Ha. A mais velha, Poo Reum, é a mais meiga e acaba sempre entendo os sentimentos de seu pai apenas pelo olhar. Ela também se “culpa” pelo pai ainda estar solteiro e acaba encontrando em Bom Yi uma amiga e a vontade de ter uma mãe novamente.

Ba-Da é a fofura do drama. Muito esperto e meigo acaba conquistando a todos, apesar de ser muito novo dá um charme a mais a toda a história com seus ataques de fofura.

O casal secundário extremamente fofo

spring

Não tinha como não amar o secretário de Dong Ha e a amiga de Bom Yi. Eles começam a se relacionar de uma forma bem fofa e acabam trazendo ótimas cenas de comédia e companheirismo.

Há muitos personagens encantadores, mas achei interessante mostrar esses apenas, afinal já contei muito sobre a história. Só dou um conselho: assistam com alguns lenços ao lado.

Já devo ter falado isso, mas as cenas de romance entre Dong Ha e Bom Yi são as melhores. Enquanto Dong Ha faz o possível para afasta-la de si, ela se aproximava ainda mais dele, perseguindo-o, e insistindo que o amava. Quando o assunto do coração entra em cena.. ela fala uma das melhores cenas.

Se esse é meu coração, então esses são meus sentimentos

Como não se apaixonar por uma personagem assim? Isso é impossível.

A trilha sonora é perfeita. Totalmente emocional, energética e cativante.

Vocês devem estar se perguntando… O que significa pastor e Stepannete? Bem, como todo drama coreano sempre há referência a algum livro, e desta vez.. é de Alphonse Daudet, The Stars.

Sinopse:

Um amor que surgiu por meio de desencontros e por um coração doado. Uma história que poderia ser clichê, mas se torna encantadora diante dos personagens principais.

Um homem que encontrou em uma jovem a felicidade de amar, e a história de uma mulher que encontrou o amor.

A bela Stepannete que conseguiu prender o pastor.

Onde baixar:

Puri Puri

Anúncios